vote

domingo, 10 de abril de 2016

POST DA SEMANA

JUDAS PRIEST – PRIEST ... LIVE! (1986)(Remastered) UK


Editado a 21 de junho se 1987, 1 ano após a sua gravação no The Omni, Atlanta, Georgia e na Reunion Arena, Dallas, Texas, entre 20 e 27 de junho de 1986; este, é outro disco controverso. Amado por muitos e odiado por outros "Priest...Live!" marca o fim de outra fase dos Judas Priest. O disco que se seguiu, "Ram It Down" não foi mais do que um prelúdio ao colossal "Painkiller", para muitos o melhor àlbum da história do heavy metal. Numa fase em que os Judas Priest aludiam ao metal para bikers ou motards, pessoal da pesada por assim dizer, "Fuel For Life 1986" foi a tourné que promoveu o àlbum "Turbo" acabado de editar nesse mesmo ano. A polémica surgiu devido ao facto de na edição final deste disco todas as faixas registradas nele são da década de 80. O público esperava mais, êxitos da década anterior que tanto furor ainda faziam foram deixados de fora; e as novas musicas, apesar de lhes ser reconhecido bastante sucesso, deixaram um desejo frustrado em todos aqueles que esperavam uma obra maestra da banda em todos os aspectos. Mas a decada de setenta já tinha esses sucessos registrados no "Unleash In The East" de 79, que apesar de qualitativamente ser inferior a este Priest...Live! ainda deixava saudades. A celeuma foi, e aínda é enorme, mas o disco acabou por atingir o estatuto dourado e acaba por ficar para a história.
Neste disco foram introduzidos novos elementos instrumentais, guitarras sintetizadas, como tinham acabado de fazer também os Iron Maiden em "Somewhere In Time" 86; e a partir daí, a ideia de um disco ao vivo ganhou novos contornos. A técnica e os mecanismos usados estavam em franco desenvolvimento e grupos como Maiden, Priest, Dokken, Whitesnake, Scorpions, Deep Purple, Ozzy, Queen, Ac-Dc, Def Leppard, Saxon, entre mais alguns que podiam alcançar tal tecnologia, tão lucrativas eram as suas digressões; e cortes como "Electric Eye, Some Heads Are Gonna Roll, Metal Gods, The Sentinel, Turbo Lover e Out In The Cold" tornaram-se alvo dos fans levando a banda a continuar a perseguir uma nova direcção que culminou em "Painkiller". No fundo, e apesar de tanta controvérsia, este foi mais um marco na história do Heavy Metal e da música em geral, em que apesar de tudo as novidades foram bem aceites e abriram novas perspectivas a todos quantos se seguiram. Quanto a mim, este foi o 1º disco que ouvi de JP, até então só conhecia o "Breaking The Law", mas o impacto da banda foi tanto que logo esqueci o "The Final Countdown" dos Europe e encetei a missão sagrada de possuir o graal sagrado que era a discografia de Judas Priest. O mesmo aconteceu com milhões de outros fiéis tenho a certeza, por isso surge daí a confirmação de que este disco saíu na hora certa e que foi fundamental juntamente com os outros que tenho vindo a falar; na abertura e promoção dos concertos ao vivo. Em relação a outros discos do género este disco teve uma dupla função, não só marcou o fim de uma fase mas também o início de uma outra. A voz de Halford é...é aquilo que conhecemos e queremos, dissemos vezes sem conta que Halford seria o melhor vocalista de sempre no rock pesado, por isso nem vale a pena pensar no que será a sua voz neste disco, está literalmente ligada a um PA de 1 milhão de Watts, electrizante; já a parelha de guitarras surge aqui mais desenvolta e implacável tipo Terminator, solos e melodias a rasgar o espaço sonoro com uma precisão notável. Para Quem está de costas voltadas com a banda, está na hora de se redimir e tirar o pó ao disco que dizem não ter, mas que anseiam tirar do armário; quem não conhece, está mais do que na hora de o fazer; e os outros que gostam, vale bem a pena ouvir de novo; ...Shift To Overdrive, Turbo Lover!
McLeod Falou!
Este Disco é dedicado ao meu grande amigo António "Herr" Olli, que anda lá fora a trabalhar para nós e tal, que foi quem me emprestou este disco que me fez ficar maluco pela banda naqueles tempos, aquele abraço, Amigo!


Temas:
  1. Out in the cold
  2. Heading out to the highway
  3. Metal Gods
  4. Breaking the Law
  5. Love bites
  6. Some heads are gonna roll
  7. The Sentinel
  8. Private property.
  9. Rock you all around the world
  10. Electric eye
  11. Turbo lover
  12. Freewheel burning
  13. Parental Guidance
  14. Living after midnight
  15. You've got another thing comin'
  16. Screaming For Vengeance [Bonus]
  17. Rock Hard, Ride Free [Bonus]
  18. Hell Bent For Leather [Bonus]
Banda:
Rob Halford – Vocals
Glenn Tipton – Lead & Rythm Guitar
K.K. Downing – Rythm and Lead Guitar
Ian Hill – Bass
Dave Holland – Drums















Sem comentários: