quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Sonata Arctica - The Ninth Hour (2016) Finlândia


Os veteranos finlandeses Sonata Arctica lança o seu novo opus "The Ninth Hour. Eu realmente gostei da abordagem da recente música da banda, mais melódica e com uma presença forte do teclado. Neste novo álbum a banda conseguiu um equilíbrio surpreendente entre este "novo" e o seu estilo original de melódico metal / Sinfónico.
"The Ninth Hour" é uma viajem ao longo de 11 faixas, e desde o primeiro minuto que são tratadas com um convite de boas-vindas carregadas de sintetizadores na forma de “Closer To An Animal”. Isto estabelece um clima de tom para o primeiro terço do álbum que conta com sintetizadores, guitarras e melodias para trazer algo que soa completamente único dado o atual power e paisagem do metal sinfônico.
Os restantes dois terços do álbum é uma alternância entre este estilo e algum som power / sinfônico metal dos primórdios da banda, além de mais lentas, baladas mais calmas.
Musicalmente, este álbum é brilhante e talvez isso seja o lugar para onde foi o foco da banda desta vez. Faixas como " ‘Rise A Night” e “Life” realmente brilham com o seu ritmo mais rápido adequadamente a conseguir criar um ambiente e uma atmosfera construtiva.
Por outro lado uma faixa como “Fly, Navigate, Communicate” que parece muito chata e sem graça para começar, aproximadamente até a meio caminho onde a banda entra na engrenagem e a canção teve uma abordagem estilo Dr. Jekyll e Sr. Hyde e parecia que a primeira parte foi escrita por alguém completamente diferente.
A colocação da faixa no disco parece muito bem pensada, pois há uma série de canções criadas em conjunto para criar uma imagem muito vívida deste álbum.
A transição inicial de ”Closer to an animal” para “Life” é um exemplo com o seu up-tempo e a natureza revitalizante introduzindo nos ouvintes um senso de propósito, mas isso, em geral, é o reflexo do maior poder musical do álbum.
Faixas como “Fairytale” e “Till Death’s Done us Apart” destacam-se com a sua poderosa composição musical, entrega vocal e trabalho de guitarra. Depois, as baladas “Candle Lawns” e “Among The Shooting Stars” têm um tom muito introspetivo e auto-busca que aumenta a ligação emocional que muitos terão com essas faixas.
"The Ninth Hour" é muito forte, interessante e melodias emocionantes. As músicas são muito bem trabalhadas e, não tenho dúvida, vai satisfazer os antigos e os novos fãs dos Sonata Arctica.
Sonata Arctica em 2016 está plantada no lado do espectro comercial, acessível power / melódico metal que até mesmo os ouvintes de gêneros mais suaves de rock vão desfrutar isso.





Тemas:
1. Closer To An Animal
2. Life
3. Fairytale
4. We Are What We Are
5. Till Death's Done Us Apart
6. Among The Shooting Stars
7. Rise A Night
8. Fly, Navigate, Communicate
9. Candle Lawns
10. White Pearl, Black Oceans (Part II: By The Grace Of The Ocean)
11. On The Faultline (Closure To An Animal)
Banda:
Tony Kakko – lead vocals, keyboards
Tommy Portimo – drums
Henrik Klingenberg – keyboards, keytar, backing vocals
Elias Viljanen – guitars, backing vocals
Pasi Kauppinen – bass, backing vocals




Sem comentários: