vote

terça-feira, 1 de agosto de 2017

METAL CHURCH – GENERATION NOTHING (2013) USA


Ronny Monroe pode muito bem ser a “reencarnação” de David Wayne. Reencarnação é um termo pesado e bastante diminuitivo da capacidade de Ronny, mas vocês sabem ao que me quero referir; é que o ex-Malice tem mesmo grandes semelhanças vocais com o já desaparecido do mundo dos vivos D. Wayne, o vocalista da época mais prolifica da banda. 10 temas para o 10º disco de originais da banda, num regresso às origens. Começo a ficar bem cansado de estar sempre a explicar o que vai correndo no que se refere ao revivalismo actual; por isso deixo-vos com a certeza de que a volta às origens, só em casos peculiares é que é mesmo um regresso total, e neste, como na maioria dos outros casos, o regresso é o habitual, uma recuperação compositiva dos primórdios da banda mas com as devidas actualizações.
Um excelente metal bem produzido a roçar o Thrash e o Hard Rock. Sim, é isso mesmo, abrange os dois extremos, hardrock com inserções rock'n'roll sem deixar cair o potente som e a identidade; e a força vocal power e instrumental que quase se coloca na àrea thrash. Não tem aqueles temas que gostariamos que tivesse como “Ton Of Bricks”, Start The Fire”, “Western Alliance”, “Watch The Children Pray”, mas na feira actual de edições é um excelente disco de metal potente e com mensagem, algo sempre presente na discografia dos MC.
A banda subiu alguns degraus, apesar de ser uma das minhas preferidas, nunca tiveram a carreira que mereciam junto a gigantes como Metallica e Megadeth; infelizmente a culpa foi exclusivamente deles que a certo ponto deixaram de se entender. Poderia-mos ter hoje uma triade de M's mas não tendo isso sido possível, acabamos na mesma com uma banda de culto e que quer se queira ou não Metal Church são uma das indiscutiveis bandas da bay area com um lugar bem sólido na história.
Jeff Plate, dos Savatage e Trans-Siberian Orchestra, é desde 2006 o “homem-trovão” da banda, um músico com bastante consistência e que dá à banda uma enorme confiança, porque a musica dos MC, e em especial no 3º disco, “Blessing in Disguise”, é muito apoiada no trabalho potente da bateria, é mesmo a sua força maior, quase como se fosse uma marcha de guerra.
Vão gostar porque abrange bons géneros, aqueles essênciais para a musica pesada e bem trabalhada.
Não posso assim mesmo deixar de pensar que bom que seria voltar a ter um disco de Metal Church com temas tão bons como os épicos do 2º e 3º àlbums. Quem sabe numa próxima edição?
McLeod Falou!




Temas:
01.'Bullet Proof'
02.'Dead City'
03.'Generation Nothing'
04.'Noises In The Wall'
05.'Jump The Gun'
06.'Suiciety'
07.'Scream'
08.'Hits Keep Comin'
09.'Close To The Bone'
10.'The Media Horse'
Banda:
Ronny Munroe - Vocals
Kurdt Vanderhoof - Guitar
Steve Unger – Bass
Rick Van Zandt - Guitar
Jeff Plate – Drums









Sem comentários: