Level 10 - Chapter One (2015) Internacional



Puro heavy metal melódico. Curioso ver Russel neste ambiente. Com Symphony X, Russell \Lande, Adrenaline Mob os ambientes são diferentes, ora neoclássico ora hardrock mais tradicional, ora prog, mas aqui temos o verdadeiro metal teutónico com o melhor de tudo misturado e preparado por um dos mestres e percursores germânicos do movimento, nada mais nada menos do que Matt Sinner.
Matt e Russell entregaram-se totalmente a este projecto, e para certificar isso mesmo, foram chamadas mais 4 testemunhas de renome mundial, a saber; Randy Black na bateria, Alessandro DelVecchio nos teclados, e a melhor parte, que é a dupla de guitarras formada por Roland Grapow e Alex Beyrodt.
E posto isto vamos atacar então a musica. 12 temas de Metal dos anos 80 devidamente actualizado e modernizado, com muita classe. E não é para menos, com participantes como Magnus Karlsson, Carsten Schultz, Amanda Sommerville e Sander Goomans a ajudar nas composições só podia sair algo soberbo. Mas Afinal é assim tão bom? Se gostarem da carreira musical de Matt Sinner e forem capazes de visualizar os seus momentos desde os anos 80 até hoje, então é. Produção é de primeira, Execução musical sem defeitos, temas que nos trazem o melhor de bandas como Rainbow, Dio ou até mesmo Malmsteen; este último representado pelo trabalho dos dois guitarristas; e temas cativantes, onde está o problema? Dirão alguns; ehm, isso já não trás nada de novo! E eu digo, talvez não. E para aumentar a polémica dou este exemplo; o 2º tema faz-me recordar Black Sabbath na 2ª fase de Tony Martin, ou mesmo Dio em "Dehumanizer". Agora, quem de vós é capaz de juntar o melhor de todos esses universos e apresentar algo completamente novo? Pois eu não! Soa a algo já ouvido? Trás imagens já vistas? Pois, estes temas estão adaptados à nova realidade do século 21! Não é isso o que se pede? Assim começa a reinvenção das coisas, não se esqueçam que o metal, pelo menos para nós, não é mais do que uma guitarra, ou duas; um baixo; uma bateria e um vocalista competente e completamente desgarrado das cordas vocais. E mudar isso com o quê? máquinas digitais? O futuro trás muitas coisas novas e interessantes, mas coisas há que são e serão assim até ao final dos tempos, não é a bíblia o livro mais actual de todos?
Poderoso disco de Heavy metal melódico com muito de tradicional e soberbamente bem actualizado.
Excelente trabalho, Matt! Para quando o próximo? Super Recomendado! 
Mais um que caiu na web antes da apresentação oficial, assim mesmo não impede de que se gostarem comprem o disco, já agora, os discos de todos aqueles de que gostam.
McLeod Falou!

Temas:
1.Cry No More (4:23)
2.Soul Of A Warrior (5:49)
3.When The Nighttime Comes (4:04)
4.One Way Street (5:02)
5.Blasphemy (4:31)
6.Last Man On Earth (3:35)
7.In For The Kill (4:15)
8.Voice Of The Wilderness (4:22)
9.All Hope Is Gone (4:13)
10.Demonized (3:57)
11.The Soul Is Eternal (4:51)
12.Forevermore (3:58)
13.All Hope Is Gone (Acoustic Virsion) (Japan Only Bonus Track) (3:32)
Banda:
Russell Allen - Lead & Backing Vocals (Symphony X, Adrenaline Mob, Allen/Lande)
Mat Sinner - Bass, Backing Vocals (Primal Fear, Voodoo Circle, Sinner)
Roland Grapow - Guitar (Rampage, ex-Helloween, Masterplan, Serious Black)
Alex Beyrodt - Guitar (Silent Force, Primal Fear, Missa Mercuria, Sinner, Voodoo Circle)
Alessandro Del Vecchio - Keyboards (Hardline, Voodoo Circle, LRS, Edge of Forever)
Randy Black - Drums, Percussion (ex-Primal Fear, Annihilator, Rebellion)

Share on Google Plus

About Roxx World

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário

Amazon