Myon - Vitalworks (2015) Finlândia



Desde que o primeiro álbum Heavens Garden saiu em 1998 Myon continuou a evolução musical em todos os álbuns, combinando diferentes estilos de música. Eles também têm aumentado a base de fãs leais entre a animada plateia do rock em todo o mundo. Myon tem continuando a contestar a sua audiência com a mais intrigante viagem musical. No início a banda estava apresentando um sabor a progressivo melódico rock, mas hoje em dia a música tornou-se uma mistura única de estilos, sem perder os elementos básicos do rock contemporâneo. Ele funciona muito bem, e para provar isso Myon tem tocado para todos os tipos de público, desde pequenos clubes a grandes estádios onde 30 000 pessoas testemunharam o poder da música.
Apesar dos problemas constantes de etiquetas e falta de promoção do trabalho a banda tem conseguido manter a sua base de fãs leais crescendo ao longo dos anos, tornando a música mais interessante e permanece fiel ao que eles apresentam.
Agora Myon está de volta, mais uma vez depois de sete longos anos trabalhando no estúdio com um excelente álbum.
Por exemplo, a capacidade única para a banda recriar-se e combinar novas influências musicais na sua música é algo inédito no mundo do rock. A faixa de abertura “Otra Vez” é baseada no tango original de River Plate combinado com o rock contemporâneo. Como o uso inovador do coro espanhol, Myon está tomando uma direção totalmente nova no rock com "Otra Vez". Vitalworks contém 14 músicas totalmente novas e a variedade de estilos faz com que a experiência de audição seja extremamente interessante a partir dos primeiros segundos até ao final, ainda assim não fugindo do som tradicional de Myon.
Vitalworks é um excelente exemplo de arte quase perdida de qualidade de gravação e mixagem, e leva o ouvinte numa nova viagem sonora.
Vitalworks foi gravado, mixado e masterizado no lendário Soundmix Studios em Oulu Finlândia pelo tecladista Mika Pohjola . Ele também produziu o aclamado álbum de Myon "Frameworks" em 2007.



Temas:
01. Otra Vez
02. Twist In The Orbit
03. Mystery Of The Moment
04. Call of The Senses
05. Blood Mountain
06. In The Arms Of Eternity
07. When It Could Begin
08. Chains Of Society
09. How Does it End
10. Answer To It All
11. Last Tear
12. No pain no Gain
13. Finally Forgiven
14. Silent goodbye
Banda:
Keijo Koivikko Bass
Matti Torro Drums
Jyrki Laiho Guitars
Mika Pohjola Keyboards
Marco Mannermaa Vocals (2013-present)


Share on Google Plus

About Roxx World

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário